Início Site Página 97

Dolores Aveiro publica nova foto e a cara mudou… novamente

0
Dolores Aveiro publica nova foto e a cara mudou… novamente

Dolores Aveiro publicou mais uma nova fotografia.

Ao que parece a foto que ficou viral tratava-se de um filtro.

Adriano Silva Martins, comentador da CMTV esclareceu: «Isto não passa de uma brincadeira. É verdade que ela mudou o tom do cabelo e fica-lhe muito bem, agora aquilo que ela fez na cara é um filtro, um photoshop, e não temos que dar mais importância a isto».
https://www.instagram.com/p/Cob-5z6q1bA/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Câmaras térmicas dão esperança por Atsu

0
Câmaras térmicas dão esperança por Atsu
(FILES) In this file photo taken on June 26, 2019 Ghana's midfielder Christian Atsu chases down the ball during the 2019 Africa Cup of Nations (CAN) football match between Ghana and Benin at the Ismailia Stadium. - Ghana national player and former Newcastle midfielder Christian Atsu has been found alive in the rubble of an earthquake that killed more than 4,800 people in Turkey and neighbouring Syria, Ghana's ambassador to Turkey said February 7, 2023. (Photo by OZAN KOSE / AFP)

Há esperança por Atsu, que estará ao que tudo indica entre os escombros.

Quatro dias depois, as esperanças mantém-se apesar de que a cada hira que passa os salvamentos vão sendo mais complicados, pelo tempo naturalmente que as vitimas estão em sofrimento.

Agora há uma fé no que diz respeito debaixo dos escombros do prédio onde se encontravam Christian Atsu e Taner Savut

É que as câmaras térmicas que têm sido utilizadas na missão de resgate já detetaram a presença de muitas pessoas com vida.

Este pode ser mais um milagre.

Alerta Mundo: Mulher de Christian Atsu faz depoimento dramático

0
Alerta Mundo: Mulher de Christian Atsu faz depoimento dramático

Já passaram quatro dias desde o terramoto que asolou a Turquia e a Síria, e até agora não se sabe o paradeiro de Christian Atsu, internacional ganês do Hatayspor.

Claire Rupio, mulher do ex-jogador do FC Porto de 30 anos, falou do que sente.

“O treinador dele está na zona dos destroços. Não existe equipamento suficiente para resgatar as pessoas dos destroços. Já pedi ajuda ao Hatayspor, às autoridades turcas, ao governo britânico para ajudarem com equipamento. Eles não conseguem ir mais fundo sem o equipamento necessário. O tempo está a esgotar-se”, escreveu Claire Rupio, em comunicado partilhado pelo jornal turco ‘Ajansspor’.

Ex-árbitros sustentam queixas do Benfica: “É penalty!”

0
Ex-árbitros sustentam queixas do Benfica: “É penalty!”

“Foram casos a mais e demasiado evidentes para estar aqui com meias palavras. O que se passou aqui hoje não tem uma explicação. O jogo começou com o completo domínio do Benfica. Uma primeira meia hora excelente, onde fizemos um golo e fomos impedidos de ter um penálti para fazer o 2-0. Há um penálti claríssimo sobre o Gonçalo Guedes, curiosamente com o mesmo árbitro que há poucas semanas fazia de VAR no estádio da Luz e chamou, quase que obrigou, o Artur Soares Dias a marcar um penálti contra nós no Benfica-Sporting, num lance exatamente com a mesma dinâmica. Este teve mais intensidade, mas fez vista grossa. O Sr. Fábio Melo, o VAR, também fez vista grossa sobre este mesmo lance”, disse Rui Costa aos jornalistas, no final da partida de Braga, que ditou a eliminação do Benfica nos quartos-de-final da Taça de Portugal.

O Jornal de Notícias foi ouvir especialistas de arbitragem e a maioria mostrou-se de acordo com o presidente do Benfica, quanto ao lance em que Gonçalo Guedes caiu na área junto de Tormena, com o benfiquista a reclamar grande penalidade. Por essa altura, aos 18 minutos de jogo, o Benfica já ganhava por 1-0 e estava ainda em igualdade numérica com o seu opositor.

“Sem jogar a bola, Tormena atingiu a perna de Gonçalo Guedes, provocando a sua queda. Derrubando-o dentro da área, naturalmente é motivo para grande penalidade, Sendo claro e óbvio, Fábio Melo, no lugar de VAR, com imagens que não deixam qualquer dúvida, devia ter comunicado a Tiago Martins para ir analisar um possível penálti. Assim não sendo é um erro grave da equipa de arbitragem”, considerou o antigo árbitro José Leirós.

Opinião semelhante teve Pedro Henriques: “É penálti. O Tormena nunca tocou na bola e toca no calcanhar esquerdo de Guedes, derrubando-o. Em campo é um lance difícil de ver, não obstante o facto de Tiago Martins ter campo de visão para a jogada, mas é um lance que é fácil de ver pelo VAR. Com acesso à repetição é um erro claro e óbvio. Pode ter havido mais do que um ponto de contacto no lance, mas o contacto essencial é mesmo o pé direito de Tormena no calcanhar esquerdo de Gonçalo Guedes”.

Também Marco Ferreira concorda que ficou por marcar penálti neste lance. “Pontapé de penálti que fica por assinalar, numa situação em que Tormena não tem possibilidade de jogar a bola e toca no pé esquerdo de Guedes. O VAR devia ter intervindo para dar possibilidade ao Tiago Martins de ver o lance. A responsabilidade principal é do árbitro, mas não há justificação para o VAR não ter alertado. Claro que há possibilidade de a visão do árbitro estar obstruída no lance, mas se Tiago Martins não estiver bem colocado também tem culpa nisso. No entanto, acredito que esteja bem colocado, até porque faz o gesto a sinalizar que ‘não há nada’ e esse movimento condicionou depois a decisão do VAR. Erro claro e óbvio do árbitro, Tiago Martins, e do VAR, Fábio Melo”, considerou o antigo árbitro, com críticas ao árbitro e ao VAR.

Entre os antigos árbitros ouvidos pelo JN, apenas Paulo Pereira foi a voz dissonante. “Não acho que seja penálti. O Gonçalo Guedes colocou a perna em frente a Tormena para o impedir de jogar a bola. Que existe contacto é um facto, mas é muito mais provocado pelo jogador do Benfica do que pelo defesa. O movimento do Guedes é evidente. Se estivesse quieto à espera da bola, diria que seria falta, agora a perna esquerda foi buscar o Tormena. A intensidade do contacto, que foi ao de leve, não teve nada a ver com a reação e queda desamparada de Guedes, que, ao teatralizar, mais razão deu à equipa de arbitragem para considerar o contacto normal. O VAR só pode chamar o árbitro se não concordar com a decisão de Tiago Martins e, se não chamou, é porque também não considerou penálti”, concluiu Paulo Pereira, a validar o trabalho de árbitro e de VAR.

Toda a verdade! Dolores Aveiro fez tratamento para rejuvenescer a cara

0
Toda a verdade! Dolores Aveiro fez tratamento para rejuvenescer a cara

Dolores Aveiro foi tema nesta semana e esteve envolvida de certa forma em polémica por causa de uma foto que partilhou.

Apesar de ter recebido muitos elogios, também teve de lidar com as críticas.

A mãe de CR7 entretanto já esclareceu: “Hoje sem filtro”. 

Dolores fez um “procedimento com bioestimuladores”. A médica que realizou o trabalho também esclareceu: “Os bioestimuladores ajudam tanto na qualidade da pele quanto na flacidez. Por norma, são usados para uma maior ‘sustentação da pele’”.

Ana Garcia Martins hospitalizada de urgência

0
Ana Garcia Martins hospitalizada de urgência

Pipoca Mais Doce não aguentou as dores e teve mesmo de recorrer às urgências do hospital. Ainda no rescaldo da sua participação no ‘Dança Comigo’, a influencer acabou por ceder fisicamente e precisou de cuidados médicos mais específicos, ela que já estava a ser tratada com alguns medicamentos e tratamentos adequados à sua lesão.

A criadora de conteúdos ganhou o último programa dp ‘Dança Comigo’, da RTP, apurando-se para a meia-final, mas é caso para dizer que lhe saiu do corpo. Ana Garcia Martins, mais conhecida como Pipoca Mais Doce, revelou que sofreu uma lesão logo nos primeiros ensaios e que só com muito sacrifício é que conseguiu atuar no domingo.

O final foi-lhe recompensador, uma vez que saiu vencedora, contra José Carlos Malato, Sofia Arruda e Joaquim Nicolau. Porém, vários dias depois, a influencer ainda continua ‘de molho’ e em sérias dificuldades.

“Vim só aqui levar mais uma injeção no lombo a ver se as dores sossegam”, revelou Pipoca Mais Doce no Instagram, desde o hospital. Mais tarde, voltou ao assunto para contextualizar os seus seguidores. “Então, fui ao hospital porque as dores não estavam a passar. E achei que se calhar, pronto, apesar de já ter sido visto na fisioterapia e tudo mais e ter 99% de certeza que não estava nada partido. Fiz um raio-x, não está nada partido. Está inflamado e, pronto, levei uma injeção para as dores. Que não está a fazer grande efeito, até agora”, contou a influencer, antes de confirmar a velha máxima que um mal nunca vem só.

“Depois consegui constipar-me, estou cheia de tosse, e cada vez que tusso, parece que as costelas vão estilhaçar-se. A médica também passou medicação para ver se isto acalma. E pronto, uma vez que não está nada partido, está só tudo amolgado, é esperar que passe. Não posso fazer grandes esforços, mas isso já estou a fazer, não estou a treinar. Estou a descansar o máximo que consigo e é esperar que passe. É isto, está feito o ‘update’ clínico”, concluiu Ana Garcia Martins, no seu Instagram.

Após arbitragem em Braga: Benfica, treinador e capitães dão murro na mesa

0
Após arbitragem em Braga: Benfica, treinador e capitães dão murro na mesa

O Benfica foi eliminado pelo Braga nas grandes penalidades depois de o empate a um golo durante o tempo regulamentar e prolongamento.

Porém, a equipa encarnada ficou agastada com a arbitragem e já reagiu fortemente.

“Acho que demos tudo. Estivemos bem, com boa mentalidade após a expulsão, mostrámos que queríamos chegar à final. Mas às vezes há derrota e hoje foi um desses dias. Creio que houve uma clara penalidade que não foi marcada, do Guedes, não entendo e não aceito aquela decisão. Grande erro do árbitro. Podíamos ter ficado com 2-0. Mas os jogadores deram tudo, agora vamos concentrar-nos na Liga dos Campeões”, disse Roger Schmidt.

“Há um penálti claríssimo sobre o Gonçalo Guedes, não sou eu que digo, são as imagens que o mostram”, disse também o presidente Rui Costa aos jornalistas.

Otamendí, João Mário e Grimaldo apontaram contra a dualidade de critérios, nas redes sociais.

Menina pede um copo de leite após estar soterrada durante 90 horas

0
Menina pede um copo de leite após estar soterrada durante 90 horas

Uma equipa do Departamento dos Bombeiros de Antália ouviu um barulho debaixo dos escombros e, depois de 90 horas sobre os sismos de segunda feira, foi retirada uma menina de dez anos com vida. O resgate obrigou a “um meticuloso trabalho de sete horas”, mas a criança foi salva e transportada ao hospital, depois de ter estado soterrada durante 90 horas, num edifício colapsado em Hatay, na Turquia.

A primeira coisa que a criança terá dito à equipa de resgate foi um pedido de um copo de leite, de acordo com a CNN Internacional. Os bombeiros celebraram o resgate de Hilal Sağlam, com muitos aplausos.

“A menina ferida, que foi colocada na maca com grande alegria e entre aplausos, foi transportada para o hospital”, revelaram os bombeiros de Antália, em comunicado, a darem conta deste impressionante resgate, numa altura em que o número de vítimas mortais ascende já aos 21 mil, na Turquia e Síria.

Apesar do elevado número de cadáveres, as equipas continuam a acreditar nestes pequenos milagres como o de Hilal e não cessam os seus esforços. Mais de 120 mil equipas trabalham nos resgates na Turquia e Síria, à procura de vida sob os escombros. Equipas nacionais e estrangeiras, chegados de 95 países, incluindo Portugal, que se multiplicam em esforços, muitas vezes sobre humanos, mas ainda com resultados positivos, pese os muitos cadáveres retirados. Estas equipas estão a ser apoiadas por 5.500 veículos, incluindo helicópteros e aviões, mas também de cães especializados em salvamentos.

Preocupação aumenta: FC Porto com sete baixas antes de Alvalade

0
Preocupação aumenta: FC Porto com sete baixas antes de Alvalade

O FC Porto carimbou a passagem às meias-finais da Taça de Portugal, na quarta-feira, 8 de fevereiro, ao vencer o Académico de Viseu, por 1-0. Com isto, os dragões qualificaram-se para as meias-finais, onde vão enfrentar o Famalicão.

Encerrado este capítulo da Taça, o FC Porto regressa agora ao campeonato e com um desafio aliciante. Os azuis-e-brancos têm esse difícil duelo com o Sporting, em Alvalade, no próximo domingo, 12 de fevereiro, no jogo grande desta jornada.

Um Clássico sempre muito apetecível e que terá dificuldades acrescidas para o FC Porto. Os dragões preparam o encontro com sete baixas no plantel. Depois de Meixedo, Wendell, Eustáquio, Otávio e Veron, o FC Porto anunciou mais duas baixas, que não se estão a treinar com os colegas, entregues ao departamento médico.

Evanilson sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda e será, ao que tudo indica, baixa em Alvalade. O avançado brasileiro entrou na segunda parte contra o Académico de Viseu, mas terminou o jogo com muitas queixas físicas. De acordo com o Correio da Manhã, o avançado não será opção contra o Sporting.

Também Fábio Cardoso deverá ficar fora do Clássico. O central já não esteve na convocatória do FC Porto para a Taça, por lesão muscular no gémeo esquerdo, e continua sem treinar.

Com estas baixas, subiu para sete o número de indisponíveis do FC Porto na preparação para o jogo contra o Sporting e que poderá ser decisivo para as contas do campeonato. O encontro está agendado para as 18h00 de domingo.

Bebé de dois anos retirada com vida ao fim de 79 horas (vídeo)

0
Bebé de dois anos retirada com vida ao fim de 79 horas (vídeo)

Os especialistas dizem que as primeiras 72 horas, após uma catástrofe como a que atingiu Turquia e Síria, são decisivas para se resgatarem pessoas com vida. No entanto, têm sido muitas as notícias de pessoas encontradas ainda vivas, depois desse limite, como voltou a acontecer com uma criança de dois anos, resgatada sob os escombros da sua casa, na Turquia.

A menina, de apenas dois anos, esteve soterrada durante 79 horas, quando a ajuda chegou para a salvar. Pouco depois, as equipas de salvamento puderam celebrar novamente, ao alcançarem o pai desta menina, também com vida. Este caso com um final mais feliz, aconteceu em Antakya, no Sul da Turquia, pelas mãos de uma equipa de resgate sul-coreana. “Adoro-vos a todos”, disse o pai, ao ser levado para o hospital, agradecido por o terem salvado, assim como à sua filha, depois de todas estas horas debaixo dos escombros.

Os aplausos de socorristas e populares demonstram o alívio de todos os que se têm empenhado nestas buscas, de forma incessante, desde segunda-feira, 6 de fevereiro. São estes resgates que dão alento a que as buscas não cessem, numa altura em que as forças de todos começam a escassear.

Mais de 120 mil equipas trabalham nos resgates na Turquia e Síria, à procura de vida sob os escombros. Equipas nacionais e estrangeiras, chegados de 95 países, incluindo Portugal, que se multiplicam em esforços, muitas vezes sobre humanos, mas ainda com resultados positivos, pese os muitos cadáveres retirados. Estas equipas estão a ser apoiadas por 5.500 veículos, incluindo helicópteros